Terceirização dos serviços nas empresas, veja um ponto de vista diferente

Muito se tem falado sobre terceirização nos últimos anos e este tema deixa as pessoas desconfiadas por não terem o real conhecimento do que se trata e quais as vantagens e desvantagens que os empresários e os trabalhadores perceberão.

Venho por meio deste post deixar uma opinião sobre o assunto sem a pretensão de definir a questão e deixar os comentários abertos para que também possam expressar suas opiniões.

Como é a terceirização hoje?

Na atual legislação vigente, Março/2017, já é permitido que as empresas possam terceirizar todas as atividades-meio do seu negócio, ou seja, atividades de suporte que não estão diretamente ligada ao negócio principal da empresa, por exemplo, imagine uma fábrica de peças de automóveis; Podemos considerar que a atividade principal(Atividade-Fim) é a fabricação das peças onde contempla a operação das máquinas e transformação da matéria-prima no produto final(Peças automotivas) sendo que outras atividades como apoio jurídico, contabilidade, apoio Comercial(Representantes), serviços de Tecnologia da Informação, limpeza e portaria, já podem ser terceirizados e isto já é uma realidade.

As empresas terceirizadas tem como atividade principal contratar os profissionais, treiná-los e capacitá-los para prestar o serviço, que o contratante espera, de forma satisfatória e no tempo necessário. Estes funcionários das empresas terceirizadas possuem as mesmas garantias trabalhistas que qualquer outro funcionário possui por ter vínculo empregatício com a empresa que o contratou e capacitou-o para executar as atividades que serão necessárias para atender o contratante(Pessoas Físicas ou Jurídicas).

Outra atribuição importante que as empresas terceirizadas tem como obrigação é prover  todos os maquinários e instrumentos de trabalho, e meios para o funcionário conseguir atingir o resultado esperado pelos clientes contratantes.

Um exemplo de terceirização natural

Muito se falam sobre a precarização dos postos de trabalho mas o que podemos ver é que os valores de salários são ditados pelo mercado e mesmo as empresas terceirizadas não poderão pagar menos que o acordado com os sindicatos das categorias de profissionais ou valores muito abaixo do que o mercado paga a risco de não terem profissionais no seu quadro de trabalhadores para operar com qualidade e responsabilidade.

Um exemplo de terceirização que ocorre a vários anos é o caso dos serviços jurídicos prestados por advogados. A pouco tempo atrás muitas empresas possuíam departamentos jurídicos dentro de sua estrutura organizacional e como consequência um alto custo para manter este profissional nos seus quadros por terem um alto valor agregado em suas funções e, naturalmente, o mercado ajustou esta forma de contratação para consultorias jurídicas onde os advogados se reuniram e instituíram seus escritórios e de forma terceirizada e organizada conseguem prestar os seus serviços a várias empresas por um custo muito menor para as empresas contratantes que não tem como atividade fim o exercício da advocacia ou assuntos relacionados.

Vantagens e desvantagens da terceirização

As principais vantagens para a empresa contratante dos serviços terceirizados é a não necessidade de custos com contratação, treinamento, atualizações profissionais, compra de equipamentos/instrumentos específicos para a execução das funções do prestador de serviços e maior segurança jurídica com relação aos serviços prestados. Os custos com salário, impostos sociais e outros encargos serão pagos mas no final ainda assim é menor que os custos economizados com os itens citados acima.

Já para as empresas prestadoras de serviços, as principais vantagens, no meu ponto de vista, é poder se especializar cada vez mais em suas atividades principais e construir processos de treinamento e capacitação que agreguem valor além de buscar por novas tecnologias para conseguirem prestar seus serviços com excelência e inovação, entregando cada vez mais satisfação aos seus clientes e consequentes ganhos de produtividade, lucratividade e valor.

Portanto, vemos com alguns exemplos que esta é uma tendência que visa reduzir os custos das empresas e proporcionar novas oportunidades de negócios para todos os profissionais que possuem competências relevantes para as organizações que não deixarão de utilizar estes serviços que, mesmo não sendo a atividade principal do contratante, possuem alta relevância para a organização cumprir com seu papel e entregar seus produtos com qualidade e preços competitivos no mercado nacional e internacional.

Caso seja liberado para terceirização até mesmo das atividades fins, o mercado ficará aberto para os ajustes naturais necessários para o aproveitamento das oportunidades que surgirão. Caberá a nós ficarmos atentos a estas oportunidades e aproveitarmos da melhor maneira legal e possível.

Os projetos em tramitação nas casas legislativa no Brasil, no momento, não se referem a terceirização na administração pública, ou seja, o que já é vigente não terá mudança, ao menos, até o momento.

Referência: http://www25.senado.leg.br/web/atividade/materias/-/materia/120928

Desejo saúde e sucesso a você e sua família. Forte abraço e até a próxima.

Att…

Virmondes Gondim

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Clique e mande um Zap!